Semelhanças e diferenças entre loja física e loja virtual

27/10/2017 Lahisla Vilar
5 min de leitura
2
Amou?

Semelhanças e diferenças entre loja física e loja virtual
Na hora de investir no comércio, principalmente no varejo, a loja física e a loja virtual são as opções mais comuns para canal de vendas. Existem semelhanças e diferenças entre o varejo físico e o virtual que você deve ficar atento e considerar antes de fazer essa escolha para o seu negócio e é disso que vou tratar nesse post.

Semelhanças e diferenças entre loja física e loja virtual

Atendimento ao cliente

Tanto no e-commerce quanto em lojas físicas é preciso oferecer um bom atendimento ao cliente. O que temos de diferente é que a necessidade de atendimento em uma loja virtual é menor, já que os produtos contêm descrições bem mais detalhadas disponíveis para o cliente, com imagens, preços e condições de pagamento bem claros.

Já na loja física, o cliente geralmente precisa chamar um vendedor para explicar os detalhes dos produtos, havendo a necessidade de mais vendedores para atender bem a cada cliente que chegar. É bom ressaltar que o tamanho da equipe de atendimento, tanto em loja física quanto em loja virtual, vai depender do porte da empresa.

Preocupação com a localização

A loja física precisa de uma boa localização para ter sucesso. O local precisa ser de fácil acesso, de preferência com estacionamento disponível, em lugares com grande circulação de pessoas e em uma boa vizinhança para parecer seguro aos clientes.

Já a loja virtual não precisa se preocupar com localização, pois a Internet deixa todos em igualdade de condições em relação a isso. O dono de um e-commerce precisa apenas fazer uma boa divulgação para ser encontrado pelos clientes quando eles precisarem do seu produto ou serviço.

Acesso aos produtos

Os produtos de uma loja devem ser fáceis de encontrar e de visualizar tanto no comércio tradicional quanto no e-commerce. De formas diferentes, uma em layout de loja e a outra em usabilidade, os dois modelos precisam investir para que o cliente tenha uma boa experiência ao buscar o produto ou serviço que deseja.

Alcance

O alcance de uma loja virtual é indiscutivelmente maior do que o de uma loja física. Enquanto o e-commerce pode ser acessado por clientes de todo o país (e até do mundo, desde que esteja disposto a enviar para outros países), a loja física só consegue vender para clientes da sua própria cidade, no máximo das cidades vizinhas.

Investimento em divulgação

Uma loja física pode se beneficiar da localização para atrair clientes. Se meu ponto de venda está em uma avenida muito movimentada da cidade, eu tenho uma placa bem visível com minha marca e uma boa vitrine, provavelmente já vou conseguir atrair clientes só com isso.

Já a loja virtual precisa de um esforço maior de divulgação para atrair os primeiros visitantes e transformá-los em clientes. Será preciso investir basicamente em otimização para que sua loja virtual seja encontrada nos sites de buscas, estar presente nas mídias sociais e anunciar em alguns canais (links patrocinados, social ads, etc) pra que minha loja deixe de ser apenas um pontinho na imensidão da Internet e seja uma empresa conhecida e gerando vendas.

Essa é uma diferença entre ter loja física e loja virtual, mas não necessariamente o investimento para divulgar um e-commerce é mais alto. Fazendo um comparativo entre o preço de investir em uma vitrine, decoração de loja, aluguel de ponto de venda bem localizado e todos os custos para montar uma loja virtual, talvez o investimento seja mais baixo. Tudo vai depender do segmento de mercado que você vai atuar e de como deseja começar o seu negócio, se com algo pequeno e experimental ou algo grande e robusto.

Custos para manter o ponto de venda

Um ponto de venda com boa localização tem um custo relativamente alto, portanto é mais caro manter um ponto de venda alugado (ou comprar um) do que manter uma loja virtual funcionando, com aluguel de uma plataforma de loja virtual ou comprando o desenvolvimento de uma plataforma e pagando hospedagem mensalmente. Mas, como eu falei anteriormente aqui no post, tudo vai depender de como deseja você deseja começar o seu negócio.

Preocupação com segurança

Preocupação com segurança vai existir tanto para lojas físicas, que precisam proteger o seu ponto de venda e seus clientes, quanto para lojas virtuais, que precisam ter seu estoque preservado contra roubos. Porém, o e-commerce ainda precisa investir em um outro tipo de segurança, a dos dados dos clientes e de seus cartões.

Em uma loja virtual, existem os certificados que analisam a segurança da loja virtual e garantem que todos os dados trocados entre a loja e os usuários são encriptados (codificados). Esses certificados são pagos anualmente e têm valor entre R$100 e R$500.

Preocupação com fraudes

As fraudes de pagamento, principalmente com cartões de crédito, são um problema enfrentado por qualquer comércio. A diferença é que no e-commerce, devido às transações ocorrerem sem a necessidade de senha, o risco é maior.

Existem formas cada vez mais seguras de se prevenir contra fraudes de pagamento em uma loja virtual, como os intermediadores de pagamento que, por meio da gestão de riscos e fraudes, evitam a conclusão de transações ilegais. Além disso, existem ferramentas específicas para isso chamadas de sistemas antifraude.

Força de vendas

Um bom motivo para dizermos que uma loja virtual tem um custo inicial mais baixo do que uma loja física é a ausência de necessidade de vendedores. Enquanto no comércio tradicional eu preciso contratar alguém para mostrar os produtos aos clientes, mais uma pessoa para ficar no caixa e um gerente, no comércio eletrônico eu preciso obrigatoriamente apenas de alguém que gerencie a loja, cadastrando produtos, recebendo os pedidos e preparando-os para o envio.

Dependendo de como você deseja começar o seu e-commerce, se for uma loja pequena, é possível começar gerenciando toda a operação sozinho. Já uma loja física não permite que uma única pessoa faça todas as tarefas. Esse é um dos motivos pelos quais muitos pequenos empreendedores resolvem começar vendendo online.

Horário de atendimento

Por funcionar online e sem necessidade de vendedores, a loja virtual tem capacidade de vender 24h por dia e 7 dias por semana. Já a loja física teria um custo muito alto com funcionários, pagando horas extras, para funcionar durante todo o dia e todos os dias da semana. Esse também é uma boa razão para varejistas tradicionais investirem também em uma operação de e-commerce, garantindo que seus clientes também tenham a opção de comprar a qualquer horário e receber o produto em casa.

Preparado para fazer essa escolha entre investir em uma loja física ou em uma loja virtual? Planeje-se e boas vendas!

_

Se você gostou desse conteúdo, ou tem alguma dúvida, comenta aqui em baixo!! 

Quer conhecer mais a Bleez e nossas soluções?
Manda uma mensagem pra gente, aqui!!