Brand lovers: Técnicas para seus clientes se apaixonarem pela a sua marca

21/08/2019 Sarah Patrício
6 min de leitura
2
Amou?

O termo brand lover se refere aos clientes que possuem uma determinada paixão a marca e que não pensa duas vezes em indica-la para seus amigos ou em defende-la diante de alguma situação!

Apple, Microsoft, Netflix, Samsung, Google, Amazon e Facebook são só algumas das marcas que aparecem no ranking de brand lover da Accenture Interactive como as marcas mais AMADAS no mundo.

Mas então a pergunta de um milhão: Como se tornar uma marca amada e se manter neste posto? Isso é o que vamos te falar agora mesmo!

Círculo dourado: Encontrando seu porquê

A primeira coisa que você precisa entender é que nós não compramos o que o produto faz, mas sim, o porquê de um produto fazer aquilo.

Você compra uma experiência, um status ou uma sensação ao usar aquele produto.

Por exemplo, digamos que você vai se matricular em um curso novo, você não estará comprando somente aulas e exercícios, mas sim estará comprando o conhecimento, uma futura carreira ou até uma oportunidade de ter sucesso e ficar rico, quem sabe!

Confuso ainda, então seremos mais claros… Você já ouviu falar sobre o “Círculo dourado” do Simon Sinek?

Simon Sinek é um especialista de branding e ficou bastante conhecido quando lançou seu livro em 2009 chamado “O porquê”

Nesse livro ele fala como encontrar seu propósito e como esse propósito faz com que você inspire outras pessoas.

Em uma de suas palestras ele relata que muitas das marcas famosas e queridas pelos consumidores ao redor do mundo, apostaram nas estratégias de sempre pensar primeiro no propósito da sua marca e no porquê de sua existência.

Todo esse conceito é abordado através do “círculo dourado

O círculo dourado consiste em 3 etapas:

O primeiro círculo representa “O quê”:

  • O quê você vende
  • O que você faz
  • Qual a sua solução
  • Qual a sua ferramenta

O segundo círculo representa o “Como fazer”, ou seja:

  • Como a sua empresa faz o produto
  • Como a sua empresa vende o produto
  • Como a sua empresa vende a solução
  • Como a sua empresa entrega o produto

Todas as empresas, só se comunicam falando sobre essas duas coisas, é basicamente como se eu chegasse até você e falasse: Olá, eu sou a Sarah eu faço conteúdos para blogs muito bons, você quer contratar o meu serviço?

Provavelmente você falará não, pois nada que eu falei chamou sua atenção a ponto de me contratar, concorda!?

O que diferencia empresas com brand lovers de empresas não conhecidas é que elas se comunicam com um círculo a mais, o círculo do “Porquê”

O terceiro círculo, o do porque, fala sobre:

  • Porque eu vendo meu produto
  • Porque seu cliente precisa deste produto
  • Porque sua empresa é diferente

Grandes empresas como a Apple, por exemplo se comunicam com os 3 círculos (o que; como e porque).

Sabe o que Apple faz? Ela fala o Porquê dela primeiro, ela diz assim:

“Eu adoro ser diferente, eu adoro tecnologia, adoro desafiar os status cool. Então com um design simples, elegante e minimalista eu produzo smartphones e computadores”

Entendeu como ela faz? Ela fala do porque (sou diferente, adoro tecnologia, status cool) depois relata o como ela faz (design simples, elegante, minimalista) e por último o que ela vende (smartphones e computadores).

Entendeu o espírito? Você precisa encontrar o seu porquê, a sua inspiração e abordar isso em sua marca antes mesmo do seu produto ou serviço.

Clientes: Em primeiro lugar

Antes de falar sobre o seu produto, foque nas pessoas. As marcas de sucesso fazem isso muito bem. Um exemplo disso é o Starbucks.

Se você visitar qualquer franquia da rede, você nem precisará gostar de café, de fato. Pode estar só lá se divertindo com os amigos, lendo um livro ou tomando uma xícara da sua bebida preferida. O espaço das cafeterias será um refúgio. E a Starbucks sabe disso, logo o posicionamento da rede é: “Inspirar e nutrir o espírito humano.”

Um dos colaboradores descreveu o negócio da empresa da seguinte forma:

“Não estamos no setor de café, servindo pessoas. Estamos no setor de pessoas, servindo café.”

Como podemos ver, o branding não se limita aos atributos do produto. O segredo de tornar seu clientes seus fãs é fazer o não esperado e causar sentimentos novos colocando sempre a experiência do seu cliente em primeiro lugar!

Logística: Superando as expectativas

Antes de qualquer estratégia focada em sua logística é importante entender quais são as expectativas do seu público-alvo para superá-las no cenário logístico da sua empresa e realizar as entregas de maneira otimizada.

Não dar mais para oferecer o básico para seus clientes, ficar na mordomia e esperar que seu cliente se torne fiel a sua marca!

Para tornar a o seu cenário logístico mais atrativo, você pode começar pelo os seguintes itens abaixo.

Enviar produtos diferenciados

Envie itens únicos com valor agregado, depois da compra, seja para todos os clientes ou para os clientes estrelas (clientes com maior ticket médio; clientes que mais compram; clientes mais antigos)

Entregar os produtos antes do prazo estabelecido

Insira uma entrega por motoboy nas localidades mais próximas para o cliente receber o produto nas próximas 48 horas com um frete fixo

Inserir o rastreamento de entrega

Insira o rastreamento da entrega para ajudar a ampliar a experiência do cliente na loja.

Com isso, é possível consultar todas as etapas do envio desde o faturamento até a saída do centro de distribuição. Essa opção também oferece uma estimativa de entrega precisa para acompanhamento.

Cabe a você estipular prazos REALISTAS e que condizem com a capacidade de produção e disponibilidade de estoque da sua loja.

Criar um planejamento de estoque

Muitos problemas ligados à entrega estão atrelados a falta de organização dos estoques. Essa situação é muito comum em períodos como a Black Friday, quando as vendas aumentam e não há produtos suficientes para entregar os pedidos.

Portanto, o controle do estoque junto a um planejamento antecipado é fundamental.

Buscar transportadoras confiáveis

A ocorrência de atrasos e longos períodos de espera estão entre as principais razões para a desistência da compra e o cancelamento de pedidos em compras online.

Por isso, invista em estratégias e processos com o intuito de reduzir o prazo de entrega para seu cliente.

Embora as ideias sugeridas acima sejam para o benefício do cliente, a consequência direta é o aumento das vendas e do lucro da SUA empresa, acredite!

Case de sucesso: Amazon

Não preciso nem falar que a Amazon é a melhor referência quando falamos de sucesso, pois você já deve saber disso!

O que você não sabe, é que seu grande sucesso está atrelado a simplesmente uma palavra: INOVAÇÃO!

Em todos os seus setores e processos a Amazon está sempre inovando e eu posso te provar!

Fundada por Jeff Bezo, ela começou em 1999 apenas como uma livraria virtual. Hoje, a Amazon já vale US$ 356 bilhões no mercado.

Eleita a empresa mais inovadora do mundo em 2017, a Amazon conseguiu “oferecer ainda mais, ainda mais rápido e de forma ainda mais inteligente”.

Quando marketplace não era nada!

Hoje a Amazon possui uma variedade de produtos muito bem organizados e estruturados. Para conseguir toda essa organização eles abriram as portas para se tornar um marketplace.

Ai você deve tá se perguntando: Onde está a inovação nisso? Isso foi em 1994, e a Amazon praticamente criou esse formato, e hoje é o maior marketplace do mundo!

Tipos de entregas difíceis de acreditar que existem!

A Amazon possui inúmeras formas de entregas INOVADORAS, que ninguém nunca pensou!

– Entrega last mile: A Amazon decidiu colocar seus centros de triagem mais perto dos clientes e investir nas entregas usando veículos pequenos ou contando com parceiros.

– Entrega no mesmo dia: Os produtos ficam prontos para entrega antes de serem adquiridos pelos consumidores. Por exemplo, livros novos ficam embalados e prontos para assim que lançados, sejam vendidos.

– Entrega por drones: Desenvolvida para oferecer mais agilidade nas entregas.

– Same day delivery: Um novo modelo de frete, que consiste na entrega do pedido no mesmo dia da compra.

– Lockers: Um tipo de armário, onde as encomendas são entregues e guardadas para que os consumidores possam acessar e, por meio de um código, retirar as mercadorias.

– Amazon Flex: Trata-se de uma rede de entregadores regionalizados, dentro de uma mesma cidade e que recebem por hora trabalhada, fazendo coletas e entregas.

Sempre mais barato, nem que seja R$ 0,1!

A Amazon sempre é sucesso em preços baixos. E não só isso, eles também possuem um sistema que atualiza os valores o tempo todo. Isso para conseguir sempre estar mais barato que a concorrência!

Atualmente, os seus serviços correspondem a 43% de todas as vendas online realizadas nos EUA.

Essas e mais outras estratégias, conquistaram quantidades imensuráveis de Brand Lovers. E você, tá esperando o quê pra conquistar os brand lovers da SUA MARCA?

Gostou desse conteúdo? Coloca um <3 aqui em baixo, e compartilha com geral!