3 dicas para administrar as finanças no e-commerce

18/08/2021
3 min de leitura
0
Amou?

Post escrito por Paula Moraes

Se você começou a empreender recentemente ou deseja corrigir alguma falha de gestão, talvez seja bom rever dicas para administrar as finanças do seu e-commerce.

Neste post, vamos te mostrar dicas para uma boa gestão no e-commerce e soluções para não colocar tudo a perder no seu negócio com dicas simples de administração. Confira abaixo!

Cenário de e-commerce no Brasil

O e-commerce no Brasil cresce ano após ano e, desde 2020, o consumo nas lojas virtuais disparou. 

O cenário pandêmico trazido pela pandemia do Covid-19, responsável pelo fechamento do varejo físico e o controle de aglomeração, incentivou os consumidores a consumirem mais online.

Segundo estatísticas apuradas pela eMarketer, houve um crescimento de 27,6% nas compras de e-commerces pelo mundo.

Somada a alta demanda, também houve um crescimento de empreendedores no ramo, em busca de um lugar no mercado e administrar sua própria empresa.

Iniciativa ideal para adquirir experiência e colocar no currículo lattes.

Por que administrar as finanças é tão importante?

Administrar as finanças da sua loja virtual é imprescindível para o seu crescimento como empreendedor. 

Afinal, não é porque a sua loja física não depende de vendedores e atendentes físicos, nem de pagar IPTU, água, luz e aluguel que o capricho com as finanças é dispensável.

Se o seu e-commerce é recente, talvez ainda não precise de reforço no atendimento ao cliente e estoque, mas se você deseja o crescimento do seu negócio, essas mudanças vão ser necessárias.

Como administrar as finanças para ter um crescimento saudável

O primeiro passo para administrar as finanças no e-commerce é saber que o dinheiro do seu CNPJ não é seu, mas da empresa. 

Abrir um negócio e adquirir um CNPJ significa reconhecer que o lucro da sua empresa e a sua renda são coisas diferentes.

Pensar assim, não só evitará a falência do seu empreendimento, como fará ele crescer.

Como a estruturação financeira gera crescimento no e-commerce

Se existe uma estratégia essencial para o crescimento do seu e-commerce, é possibilitar várias opções de pagamento para os seus consumidores. 

Imagina perder um cliente disposto a pagar por um produto e engajar a sua loja, porque não tinha a opção de transação financeira preferida por ele? 

Por isso, invista nas soluções Banking as a Service (BAAS), onde a principal vantagem para quem empreende está na economia com taxas de manutenção se comparada com bancos tradicionais. 

Portanto, ofereça opção boleto, priorize a segurança das transações financeiras, ofereça pagamentos com QR Code e PIX.

3 dicas para administrar as finanças no e-commerce

#1 Controle do Fluxo de Caixa

Fluxo de Caixa trata-se de uma ferramenta responsável por registrar a entrada e saída de dinheiro da sua empresa, bem como prever o valor necessário para manter tudo funcionando. 

O Fluxo de caixa deve conter:

  • Todos os recebimentos;
  • Pagamentos em sua totalidade;
  • Pagamentos e recebimentos  previstos num período de pelo menos  3 meses;

Em resumo, o fluxo de caixa faz parte do controle operacional e planejamento financeiro da sua empresa. 

Além de servir para evitar surpresas ao precisar investir, prestar contas e economizar. Inclusive, o Sebrae recomenda:

“O controle e a gestão do fluxo de caixa são muito importantes para que o empresário tenha subsídios para uma tomada de decisão financeira na gestão do negócio.”

#2 Planejamento Orçamentário

Priorizar o planejamento orçamentário evita gastos desnecessários, ou seja, mais lucro para o seu e-commerce. 

Para isso, trace um plano de gastos com estoque (quando houver), tenha um calendário de contas – obrigações mensais e anuais a serem pagas, quais preços de produtos devem aumentar e quais devem ganhar descontos.

Outra dica é ter atenção quanto às datas sazonais, as quais você não pode ficar de fora, tendo em vista a oportunidade de superfaturamento. 

Contudo, isso só é conquistado com o devido planejamento financeiro.

#3 Reserva Financeira

Da mesma forma que existem oportunidades de superfaturamento, existe o contrário, ainda mais se o seu nicho for muito específico e passível de vendas em épocas também específicas. 

Entretanto, o segredo para evitar saldos negativos é fazer uma Reserva Financeira para sua loja. E, ao observar o quadro de metas, reserve o excesso para o fundo de reservas.

A prática evita problemas com dívidas e empréstimos.

Conclusão

Em resumo, administrar as finanças no e-commerce traz benefícios para a saúde financeira do seu negócio. Bem como possibilita a recuperação deste em casos de crise.

Agora, coloque em prática o aprimoramento das condições de pagamento da sua loja virtual.

Também não se esqueça de atualizar na sua área de atuação.

Dê uma olhada em nossos conteúdos sobre e-commerce e deixe o seu comentário!