5 métricas que você precisa acompanhar no e-commerce

31/08/2016
3 min de leitura
0
Amou?

Métricas do e-commerce

Acompanhar constantemente as métricas de desempenho da loja virtual é o passo fundamental para tomar decisões certeiras e fazer uma gestão eficaz do seu e-commerce. Todas os grandes players do mercado mantêm setores exclusivos para a obtenção e análise de dados de acessos e vendas, tamanha é a importância para o sucesso do negócio.

Um pequeno empreendedor digital também pode fazer uma boa mensuração do desempenho da sua loja, desde que se foque nas principais métricas do comércio eletrônico. Para ajudar nessa missão, vou comentar as 5 métricas que você não pode deixar de acompanhar no e-commerce.

Custo por aquisição

Todo e-commerce precisa investir em trazer novos visitantes para seu site, principalmente quando está começando, e tentar levá-los para baixo no funil de vendas, transformando visitantes em clientes. Porém, cada setor funciona de uma forma diferente e é preciso testar diversos tipos de campanhas de marketing para descobrir qual funciona melhor para o seu negócio. O setor de moda, por exemplo, tem muito retorno com campanhas em mídias sociais e com divulgação da sua marca por influenciadores digitais, mas um retorno baixo com campanhas de rede de pesquisa do Google Adwords.

O custo por aquisição (CPA) é a métrica que demonstra quanto a empresa gastou para transformar um visitante em cliente em cada técnica de marketing e em cada campanha realizada. Dessa forma é possível saber qual campanha trouxe mais aquisições de clientes pelo menor custo e descontinuar as ações que trouxeram baixo retorno para a loja virtual.

Para calcular o custo por aquisição de cliente, você deve ter informações precisas sobre os custos de cada campanha e o número de clientes que vieram a partir dela, calculando da seguinte forma: CPA = Custo da campanha / Número de aquisições

Taxa de conversão

A relação entre o número de visitantes de uma loja virtual e o número de compradores é chamada de taxa de conversão. Quanto maior a porcentagem de visitantes sendo convertidos em clientes, melhor é o desempenho do seu e-commerce. Essa métrica é calculada da seguinte forma: Taxa de conversão = Número de transações / Número de visitas

Há várias formas de melhorar a taxa de conversão dentro do seu site, como melhorar descrições, fotos e vídeos dos produtos, investir em frete mais barato ou frete grátis, colocar selos de segurança, adequar o anúncio ou publicação ao que a loja e o produto realmente oferecem, entre outras ações.

Taxa de abandono de carrinho

O número de pessoas que colocaram produtos no carrinho de compras do seu e-commerce e abandonaram sem finalizar o pagamento diz muito sobre o desempenho da sua loja virtual.

No Google Analytics, por exemplo, é possível configurar metas e analisar no funil de conversões em qual página o usuário abandonou o seu site. Os casos mais comuns são formulários de cadastro muito longos ou com erros e falta de alternativas de meio de pagamento ou pagamento com erros. Tudo isso pode ser consertado para diminuir a taxa de abandono de carrinho da sua loja virtual.

Taxa de rejeição

A taxa de rejeição é a porcentagem de visitantes que entraram no seu site e saíram sem realizar nenhuma ação. Isso acontece provavelmente porque o anúncio que atraiu o visitante não corresponde fielmente ao conteúdo da página para a qual ele foi direcionado.

Essa métrica é preocupante quando está acima de 80% e pode ser calculada da seguinte forma: Rejeição = Número de visitantes que saíram sem interagir / Total de visitantes. O Google Analytics calcula e mostra essa métrica em seus relatórios.

Para diminuir a taxa de rejeição, é preciso melhorar os anúncios e publicações para que correspondam exatamente ao conteúdo da página, melhorar o conteúdo da página para ser atraente o suficiente para o usuário querer navegar pelo seu site e/ou direcionar melhor os anúncios para o público correto do seu e-commerce. Se você está gastando dinheiro e atraindo pessoas erradas ou da forma errada, o seu investimento está indo para o lixo.

Rentabilidade de produto

Calcular a rentabilidade de cada produto é importante para qualquer varejista e no e-commerce não seria diferente. Os produtos que geram mais receita, obviamente devem ser mantidos no seu mix de produtos, mas aqueles que encalham ou trazem um volume muito baixo de vendas e gera custos para mantê-los no estoque devem ser tirados do mix.

Nos relatório da sua plataforma de e-commerce ou no próprio Google Analytics, que tem relatórios específicos para o e-commerce, é possível conhecer essa métrica e analisar o desempenho de cada produto.

Busque sempre dar destaque na sua loja virtual aos produtos com melhor rentabilidade, divulgando-os e atraindo mais visitantes interessados neles.

>>Leia também: 6 coisas que a sua plataforma de e-commerce deve ter se você quer jogar para ganhar

Existem outras métricas que podem ser analisadas para trazer ainda mais informações para a tomada de decisão em um e-commerce, mas essas são as 5 principais que você não pode deixar de analisar constantemente. O sucesso do seu negócio digital depende disso.