Quando seu e-commerce precisa de um sistema ERP e como escolher o seu

17/03/2016
2 min de leitura
0
Amou?

sistema ERP

Os sistemas de gestão empresarial são fundamentais para o crescimento de um uma loja virtual, seja ela atacado ou varejo. Eles permitem organizar informações de setores como financeiro, comercial e outros, além de controlar custos, otimizar processos e facilitar muito o planejamento estratégico do negócio.

No e-commerce, a empresa pode começar sem um sistema de gestão, já que as vendas geralmente começam baixas para qualquer loja virtual. Porém, à medida que as vendas forem aumentando, é preciso investir nesse tipo de sistema para evitar erros devido ao controle manual dos dados, como estoque e vendas, e portanto mais sujeito a falhas.

O que é um sistema ERP?

ERP é sigla para Enterprise Resource Planning ou Sistema de Integração de Gestão Empresarial. A função de um ERP é integrar todos os dados e processos de uma empresa em um único sistema, garantindo maior precisão das informações vindas de diversos setores da empresa e facilidade no gerenciamento delas.

Para o e-commerce, o ERP serve principalmente para controlar o estoque e evitar erros como a venda de produtos que não estão mais disponíveis. Esse tipo de erro gera bastante estresse no relacionamento com o cliente e coloca em jogo a credibilidade da sua loja virtual.

Quando minha loja virtual precisa de um ERP?

Alguns especialistas em e-commerce recomendam que uma loja virtual contrate um sistema ERP quando tiver pelo menos 10 vendas por dia. A partir desse número de pedidos, começa a se tornar mais difícil o controle manual do estoque e mais fácil de acontecerem erros, como a venda de produtos indisponíveis no estoque.

O ideal é que esse sistema seja pelo menos considerado já na fase de planejamento, pois a plataforma de e-commerce escolhida deve ser compatível com os sistemas ERP disponíveis no mercado.

Como escolher um sistema ERP?

Um sistema ERP pode ser desenvolvido especialmente para o seu negócio, porém essa é a opção mais cara e praticamente inviável para pequenas e médias empresas.

Outra opção é utilizar um sistema ERP Open Source, que pode ser integrado à sua plataforma de e-commerce, mas exige a contratação de desenvolvedores especializados e que o custo pode ainda ser alto para pequenas empresas. Alguns exemplos são o Odoo e o ERP5.

Além dessas duas opções, há ainda empresas que desenvolvem sistemas ERP próprios para e-commerce e disponibilizam a custos bem mais baixos, como o Bling e o Tiny. Este último tem planos de até R$130,00 por mês para lojas virtuais com até 6 mil pedidos mensais.

É possível começar uma loja virtual sem um sistema ERP, mas o ideal é que esse sistema seja implementado desde o início, pois assim serão coletados os dados de forma mais organizada e será possível tomar decisões de forma mais rápida para garantir o crescimento do seu e-commerce.

Planeje-se e boas vendas!